Bem Vindo ao site Poconé On Line o Portal Internacional do Pantanal. email luisfernando@poconeonline.com
Poconé - MT, 23 de Março de 2019, 07h29   |   Tempo: Mín. ºC | Máx. ºC
Facebook WhatsApp
(65) 9998-1070

Jovem alega ter sido agredida por jogador do São Paulo em Mato Grosso

139 visualizações

Por: LEONARDO HEITOR

Uma mulher registrou um boletim de ocorrência denunciando que teria sido agredida pelo jogador do São Paulo Éverton Cardoso e familiares dele, na madrugada de terça-feira (11),  em Nortelândia (250 km da capital). Joanna Darc também relatou o caso em uma postagem nas redes sociais, mas apagou o conteúdo horas depois.

 

GE

Everton

 

Na publicação, a jovem afirmou que teria ido até a casa da família do jogador, onde era realizada uma festa, para pedir uma foto com ele. Em conversa com o Hipernoticias, ela explicou que o portão estava aberto e não havia nenhum segurança no local. Em seguida, ela e outros colegas encontraram um amigo em comum que os ofereceu cerveja.

 

Na sequência, Joanna relatou que este amigo perguntou se eles queriam tirar uma foto com o jogador, o que foi aceito, segundo ela, de imediato. Neste momento, segundo o boletim de ocorrência, ao avistar Joanna Darc no local, a mãe de Everton teria questionado quem a havia convidado. 

 

A jovem relatou que teria se irritado e jogado cerveja na piscina da casa. Em seguida, se retirou e foi para a residênica de uma vizinha. Ela relatou que, momentos depois, a esposa do atleta e uma cunhada foram até a residência onde ela estava, para cobrar explicações, pois afirmavam que Joanna Darc teria xingado a mãe de Everton.

 

Joanna Darc alegou que Everton, um segurança, o irmão do jogador e sua esposa começaram a agredi-la, juntamente com o amigo que a acompanhava e que as agressões só terminaram após uma vizinha intervir. 

 

A jovem explicou ao Hipernotícias que excluiu a postagem de suas redes sociais por orientação de seu advogado. Ela também afirmou que pretende mover ação contra a família do jogador.

Outro lado

 

Ao Hipernotícias, a assessoria de imprensa do São Paulo Futebol Clube, equipe na qual Everton atua, explicou que a jovem teria entrado na residência do jogador sem autorização e que, ao ser avistada no local, teria sido convidada a se retirar por familiares do atleta.

 

O clube negou que o jogador tenha agredido a jovem e ressaltou que ele sequer chegou perto de Joanna Darc durante a confusão. O São Paulo Futebol Clube também informou que familiares de Everton também registraram um boletim de ocorrência.

 

A assessoria de impresa do jogador emitiu nota e negou a agressão

“O jogador Everton Cardoso, do São Paulo, nega qualquer incidente envolvendo o seu nome. O que houve foi uma invasão da casa onde ele estava com a família na cidade de Nortelândia, no Mato Grosso, e os invasores foram convidados a se retirar pelo segurança do jogador. O pai do atleta, Evandro Cardoso, registrou essa invasão na polícia local. O caso está na justiça e o jogador e sua família esperam que os invasores sejam punidos.”

 

Atualizada às 14h36