Bem Vindo ao site Poconé On Line o Portal Internacional do Pantanal. email luisfernando@poconeonline.com
Poconé - MT, 21 de Abril de 2018, 09h35   |   Tempo: Mín. ºC | Máx. ºC
Facebook WhatsApp
(65) 9998-1070

Ícone da cuiabania Antônio Armindo Pedroso Dias, completa 100 anos e imortaliza sua história

254 visualizações

Ativo e bem humorado, Seo Pedroso frequentou bares, sempre gostou de dançar. Ele confessa já ter sido fumante (começou aos 20 anos e parou há 30) e afirma que o desenvolvimento da cidade foi essencial para que pudesse viver tanto e tão bem, apesar de tantos amigos e colegas terem já partido. “Eu fumei sim, mas parei quando vi que fazia mal”.

Além da vida noturna, todo fim-de-semana, praticava algum exercício por pura diversão, como o futebol, fora o trabalho como alfaiate que nunca abandonou desde os 12 anos de idade. “Ser alfaiate, diz Pedroso, também exercita”.

Morando há mais de 50 anos em uma casa no começo da Rua 24 de Outubro, onde mantém seu ofício de décadas, agora com uma pequena loja de alugueis de trajes de festas, muitos costurados a mão pelo alfaiate. Ao completar seu centenário Antônio Armindo Pedroso Dias, esbanja lucidez e elegância. Dono de uma memória invejável, ele se lembra até hoje do primeiro contato com a alfaiataria, em 1928, no Colégio Salesiano São Gonçalo.

Ao lado dos seus seis filhos, onze netos e três bisnetos ele mantém a "Pedroso Alfaiataria Masculina", criada em 1950. Por conta dessas referências, desde pequeno, acostumado a presenciar o trabalho do pai e vendo sua casa sempre repleta de autoridades, Edmar Pedroso Dias, se juntou a alguns parceiros e decidiu criar duas obras culturais, um documentário e um livro, que retratassem essa trajetória do alfaiate.

“Neste sábado, faremos uma grande festa para comemorar o aniversário dele e durante a festa vamos lançar o documentário, que traz entre os convidados o depoimento do prefeito Emanuel Pinheiro. O livro será lançado junto à programação os 300 Anos de Cuiabá”, revelou Edmar, mais conhecido como “Jojo Pedroso”.

O conhecido alfaiate dos políticos Filinto Muller, João Ponce de Arruda, Frederico Campos, Júlio e Jaime Campos, do governador Pedro Taques e do prefeito Emanuel Pinheiro atendeu várias gerações na sua alfaiataria. Hoje ao completar seu centenário a Prefeitura de Cuiabá presta esta justa homenagem ao símbolo da cuiabania.