Bem Vindo ao site Poconé On Line o Portal Internacional do Pantanal. email luisfernando@poconeonline.com
Poconé - MT, 16 de Julho de 2018, 14h03   |   Tempo: Mín. ºC | Máx. ºC
Facebook WhatsApp
(65) 9998-1070

Aos 113 anos, Antonio Mulato participa da ?Lavagem das Escadarias

113 visualizações

Antecedendo a tradicional Festa de São Benedito, em Cuiabá, o ritual “Lavagem das Escadarias de São Benedito e Nossa Senhora do Rosário” contará com a participação especial de Antônio Benedito da Conceição, mais conhecido como Antônio Mulato, filho de escravos e hoje líder do quilombo de Mata Cavalo. Na última terça-feira, ele completou 113 anos e as comemorações continuarão com a realização do ritual, a ser realizado no próximo dia 23 de junho. Ele e sua comunidade já confirmaram a presença.

Gcom-MT

SEU MULATO
Antonio Mulato segue a tradição

Antonio Mulato tem dezoito filhos, sendo 13 vivos e 38 netos. Nasceu em 12 de junho de 1905, pouco tempo depois da abolição da escravatura e lutou pela igualdade racial, o mesmo objetivo do evento popular.

A Lavagem das Escadarias acontece ressaltando pedidos de paz, tolerância, alegria, fraternidade e de salvação das águas feitos por seguidores de diversas religiões de matriz africana. O primeiro ensaio para a realização do ritual ocorreu quinta-feira (14), na Casa Cuiabana, espaço cultural.

Organizado pelas comunidades de religiões afro-brasileiras como o Candomblé e a Umbanda, o evento promete receber mais de 1.500 pessoas e para isso conta com a vinda de caravanas vindas do interior do Estado.

Mulheres vestidas de branco com vasos de flores e água com essência puxarão o tradicional cortejo, que traz como tema “Axé – Salve as Águas”. Ritmado pelos tambores, cantos e hinos religiosos, o ritual pedirá proteção às águas.

O evento é organizado pelo grupo cultural Kunta Kinté, Associação Umbandista de Mato Grosso (Assumat), Associação de Cultura de Cadomblé e Umbanda de Várzea Grande (Acacuv).

A celebração também consolida as práticas de solidariedade, respeito às diferenças e contra o racismo e discriminação, pregando a paz entre todos os povos. É um evento popular e aberto às comunidades de todas as religiões.