Bem Vindo ao site Poconé On Line o Portal Internacional do Pantanal. email luisfernando@poconeonline.com
Poconé - MT, 23 de Janeiro de 2018, 08h46   |   Tempo: Mín. ºC | Máx. ºC
Facebook WhatsApp
(65) 9998-1070

Câmara de Poconé gasta dinheiro com Picanha, Alcatra e até Sal Grosso em Confraternização

40 visualizações
Por: Julio Fontes
Fonte: Poconet

A Câmara Municipal de Poconé, deu uma demonstração de como se promove farra com dinheiro público. Com verba do duodécimo do legislativo, neste fim de ano foi patrocinada uma festa de confraternização com direito a churrasco para Funcionários e Vereadores.

Segundo informações, o evento aconteceu no dia 23 de dezembro do ano passado e foi batizado de confraternização.  A festinha ocorreu em uma chácara na zona rural do município de Poconé.

De acordo com informações do próprio portal transparência da Câmara Municipal de Poconé, a farra custou cerca de R$ 2.054,27.  Desse total, constam R$ 1.554,27 no churrasco onde constam os itens: Picanha/Coxão Mole/Alcatra, Linguiça, Frango, Arroz, Alho, Sal Grosso, Tempero Completo, Ovo de Codorna, Doce de Leite, Mussarela, Fardos de Refrigerantes e vários outros itens.

Além dessas despesas com comida e bebida, ainda foi pago cerca de R$ 550,00 para os serviços prestados pelo Churrasqueiro na confraternização. Todos esses gastos foram efetuados na modalidade Compra Direta.

A denúncia foi encaminhada ao Ministério Público Estadual, através da Promotoria de justiça da Comarca de Poconé, onde deverá tomar as devidas providências.

Todas as despesas da Câmara de vereadores de Poconé são ordenadas pelo presidente, Ademir Zulli (PTB), e avalizadas pelos primeiro secretário, cargo atualmente ocupado por Raonny Arruda Falcão (PSDB).

Improbidade Administrativa:

Atualmente o Tribunal de Contas penaliza os gestores que utilizam verba do poder público para realizações desses eventos, pelo fato de que festa de confraternização é considerada incompatível com as finalidades institucionais da Câmara, entendendo que tais despesas são inadequadas e lesivas ao patrimônio público.

  • GALERIA DE FOTOS