Bem Vindo ao site Poconé On Line o Portal Internacional do Pantanal. email luisfernando@poconeonline.com
Poconé - MT, 22 de Junho de 2018, 05h16   |   Tempo: Mín. ºC | Máx. ºC
Facebook WhatsApp
(65) 9998-1070

Em contêineres, 82 pontos de ônibus com energia solar e jardins suspensos devem ser construídos em Cuiabá

35 visualizações

Será feito um chamamento público para que as empresas interessadas em participar do projeto ‘Adote um abrigo’ possam se manifestar.


Por G1 MT

11/06/2018 16h11  Atualizado há 1 hora

 
Pontos de ônibus usarão estrutura de conteinêires (Foto: Prefeitura de Cuiabá/ Divulgação)Pontos de ônibus usarão estrutura de conteinêires (Foto: Prefeitura de Cuiabá/ Divulgação)

Pontos de ônibus usarão estrutura de conteinêires (Foto: Prefeitura de Cuiabá/ Divulgação)

Um projeto prevê a construção de 82 pontos de ônibus, usando a estrutura de contêineres, em Cuiabá, por meio de parceria com empresas privadas. De acordo com a prefeitura da capital, será feito um chamamento público para que as empresas interessadas possam se manifestar e custear o projeto.

O primeiro já está sendo construído na Avenida do CPA. Os outros serão instalados em diferentes regiões da cidade, onde o fluxo de passageiros varia em uma média de 5 a 10 mil pessoas por dia.

Em troca da construção, segundo a prefeitura, as empresas poderão usar o espaço para publicidade.

Os contêineres usados para o transporte de cargas serão reaproveitados. Eles devem passar por um processo de restauração, com a garantia de pelo menos mais 15 anos de vida útil.

 
Abrigos serão construídos por meio de parcerias com empresas (Foto: Prefeitura de Cuiabá/Divulgação)Abrigos serão construídos por meio de parcerias com empresas (Foto: Prefeitura de Cuiabá/Divulgação)

Abrigos serão construídos por meio de parcerias com empresas (Foto: Prefeitura de Cuiabá/Divulgação)

A diferente alternativa encontrada para garantir maior comodidade ao cidadão é fruto de um trabalho integrado entre a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) e a Secretária Extraordinária dos 300 Anos.

Os pontos usarão placas solares para a iluminação e terão pontos de USB para recarga de celulares, além de uma biblioteca com livros.

As estruturas também terão jardins suspensos, que serão cobertos por plantas ornamentais.

Com essa dinâmica, empresas conquistam o direito legal de explorar o espaço com o uso de publicidade, à medida que também assumem a responsabilidade de zelar pelo lugar, com as devidas manutenções necessárias.