Bem Vindo ao site Poconé On Line o Portal Internacional do Pantanal. email luisfernando@poconeonline.com
Poconé - MT, 17 de Agosto de 2017, 09h27   |   Tempo: Mín. ºC | Máx. ºC
Facebook WhatsApp
(65) 9998-1070

EXPERT DA AGRICULTURA. Temer rasga elogios a Maggi em MT

68 visualizações

INFRAESTRUTURA

Temer chega a MT e recebe reivindicações

Da Redação

temer-sinop.jpg

 

A prefeita de Sinop, Rosana Martinelli (PR), recepcionou o presidente da República, Michel Temer (PMDB), que desembarcou no Aeroporto Municipal Presidente João Baptista Figueiredo na manhã dessa sexta-feira (11). Na oportunidade, a chefe do executivo entregou um pedido oficial para que seja dada celeridade nas obras de duplicação da BR-163 em toda região Norte do Estado.

“Que realmente ele olhasse na questão da duplicação da BR-163 e sua conclusão, que dê maior celeridade, porque isso irá preservar vidas. Nós somos um corredor de exportação, Mato Grosso é referência no Brasil do agronegócio e precisamos trabalhar muito a logística, porque estamos produzindo muito e precisamos de infraestrutura. Essa conclusão da BR-163 vai possibilitar esse escoamento da nossa produção, consequentemente maior ganho para o setor e, principalmente, maior segurança no nosso trânsito”, destacou a prefeita.

Para o suplente de deputado federal Xuxu Dal Molin, que  integrou a comitiva de deputados federais e ministros que acompanharam o presidente na chegada ao aeroporto de Sinop, Michel Temer tem olhado para Mato Grosso e apoiado as discussões referentes à concessão da rodovia, bem como a duplicação da estrada em toda a região.

“Nós agradecemos o presidente Michel Temer que está olhando através de todo seu governo, principalmente através do Ministério da Agricultura, via Blairo Maggi, e também do Ministério dos Transportes a conclusão da BR-163, que é uma obra que está há mais de 25 anos sem ser concluída, a BR-242, também a questão da concessão da BR-163 e em breve vai ser feita uma grande discussão aqui em Sinop. O presidente está apoiando totalmente que tenhamos a duplicação, todos unidos na questão de um novo plano de trabalho para iniciar aqui em Sinop a duplicação e uma outra frente do Posto Gil para cá”, afirmou Dal Molin.

Essa é a primeira visita do presidente da República, Michel Temer (PMDB), a Mato Grosso, desde que assumiu o mandato em julho do ano passado. Ele participa do lançamento da colheita de algodão e da inauguração da primeira usina exclusiva de produção de etanol de milho do país, em Lucas do Verde.

Ele desembarcou no aeroporto de Sinop às 7h01 e depois seguiu para Lucas do Rio Verde de helicóptero.

Considerado o estado agrícola mais proeminente, Mato Grosso teve hoje um dia histórico. Cumprindo agenda oficial o presidente da República, Michel Temer, acompanhado do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Blairo Maggi, lançou nesta sexta-feira (11.08), a colheita de algodão no estado que concentra nada menos que 67% da produção nacional da pluma.  A visita foi à Fazenda Boa Vista, localizada no município de Lucas do Rio Verde.

“Diferente de outros estados que começaram o plantio do algodão e pararam, em Mato Grosso investimos em pesquisa e tecnologia e, através da criação da Fundação Mato-grossense de Algodão, fortalecemos o setor. Na colheita de hoje estamos falando de algo em torno de 360 arr/ha, o que é muito diferente de quando começamos anos atrás e plantávamos 150 arrobas por hectare, passamos de 32% de aproveitamento da fibra para 45%. A cada ano a cultura de firma e cresce em Mato Grosso”, disse o ministro Blairo Maggi.

Após o lançamento simbólico da colheita, Temer participou da inauguração da 1ª Usina de Etanol do Brasil produzido através do milho. “Sem dúvida alguma isso coloca nosso estado como centro do agronegócio nacional, já que produzimos 67% do algodão do País, 34% do milho, 30% da soja e 30 milhões de cabeça de gado”, comemorou Maggi.

Para Temer a escolha de Blairo Maggi da credibilidade ao setor da agricultura. "Quando assumimos o Governo precisávamos de alguém que conhecesse o setor, e convenhamos, Blairo fez mais em 15 meses do que se fez em 15 pela agricultura brasileira", atestou o presidente durante inauguração da 1a Usina de Etanol de milho do Brasil.

Junção entre as empresas Fiagril e Summit Agricultural Group, a FS Bioenergia foi criada para produzir etanol e coprodutos do milho, com uma capacidade de 685 m³/dia, ou seja, 250 milhões de litros/ano.

“Inicialmente serão 240 milhões de litros por ano, que consumirão 600 mil toneladas de milho. Algo que praticamente nem mexe nas quase 28 milhões de toneladas produzidas apenas em Mato Grosso. Sem dúvida é um projeto histórico que trará muito retorno ao País”, declarou o CEO da FS Bioenergia no Brasil, Henrique Ubrig.

ALGODÃO EM NÚMEROS

De acordo com o 11º Levantamento de Safra da Conab, divulgado nesta quinta-feira (10.08), o Brasil deverá colher 1,5 milhão de toneladas de algodão pluma, mesmo com a estimativa de queda de 1,7% na área cultivada. Mato Grosso é disparado o maior produtor do país, com produção total de algodão em pluma que deve chegar a 1,0 milhão de toneladas - um aumento de 15% em relação à passada, de 2015/2016, que foi de 880,5 mil toneladas.  O Brasil está entre os 5 maiores produtores e exportadores mundiais de algodão em pluma.

A FORÇA DO MILHO

A previsão de colheita de milho é de 97,1 milhões de toneladas no Brasil. Mato Grosso também se destaca como o maior produtor deste grão no País. Segundo a Conab, a previsão de colheita é de 27,6 milhões de toneladas. Isso significa, um aumento de 81,4% em relação à safra 2015/2016, que foi de 15,2 milhões de toneladas.

Galeria de Fotos