Bem Vindo ao site Poconé On Line o Portal Internacional do Pantanal. email luisfernando@poconeonline.com
Poconé - MT, 21 de Agosto de 2018, 01h46   |   Tempo: Mín. ºC | Máx. ºC
Facebook WhatsApp
(65) 9998-1070

Mauro sinaliza pré-candidatura e diz que Mato Grosso necessita trocar de técnico

215 visualizações

Mauro Mendes e Jayme Campos foram aclamados como pré-candidatos à majoritária pelo DEM de Cáceres

Jacques Gosch

 

Reprodução

Capa DEM C�ceres Mauro

 Mauro Mendes e Jayme Campos já foram saudados como os pré-candidatos à majoritária

O ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes pode ter iniciado a pré-campanha pelo Governo do Estado no encontro regional do DEM, que reuniu diversas da região Oeste, realizado em Cáceres na noite dessa sexta (18). Embora não tenha assumido a pré-candidatura, comparou a administração do Estado com a seleção brasileira e destacou que a substituição do técnico Dunga por Tite fez o time reencontrar as vitórias e garantir a classificação para Copa 2018.

“Após a mudança, a seleção se classificou. Está na hora do governador Pedro Taques ser substituído por um novo técnico”, disse Mauro no evento político que lotou o Rotary Club de Cáceres.

Jayme Campos foi mais direto. Afirmou que Mauro disputará o Governo do Estado pelo DEM e colocou seu nome à disposição para concorrer a senador nas eleições de outubro mesmo também sendo lembrado como alternativa ao Palácio Paiaguás.

O deputado federal Fabio Garcia, presidente do DEM em Mato Grosso, corroborou o discurso de Jayme. Reafirmou que os dois correligionários são grandes líderes e estão a disposição para a disputa eleitoral.

 

 

“Nosso partido apresente hoje um quadro que orgulha todos nós, sobretudo, porque temos como dois grandes líderes postulantes a concorrer a governador. Acreditamos que tanto o ex-prefeito Mauro Mendes como o ex-senador Jayme Campos são os melhores nomes do nosso partido para o pleito”, declarou o dirigente.

Ele nos esqueceu na beira da estrada e nos deu uma banana. Nós que acreditamos no seu governo, diz Júlio

Já Júlio Campos, que deve disputar cadeira na Assembleia, não poupou críticas a Taques. Acusou o tucano de ter dado “uma banana” aos seus aliados.

“Sai pedindo votos para que votassem no Pedro Taques, nesse pólo com 22 municípios.  Lamentavelmente, estou decepcionado. Ele nos esqueceu na beira da estrada e nos deu uma banana. Nós que acreditamos no seu governo”, concluiu.

O encontro regional do DEM em Cáceres foi organizado pelo suplente de deputado estadual Adriano Silva, principal líder da sigla na cidade. Os deputados estaduais Eduardo Botelho e Dilmar Dal Bosco também participaram do ato político. (Colaborou  Joner Campos, do site Cáceres Notícias )