Bem Vindo ao site Poconé On Line o Portal Internacional do Pantanal. email luisfernando@poconeonline.com
Poconé - MT, 21 de Agosto de 2018, 15h47   |   Tempo: Mín. ºC | Máx. ºC
Facebook WhatsApp
(65) 9998-1070

MT é o segundo estado do Centro-Oeste com a maior taxa de estupro a cada 100 mil habitantes, diz anuário

31 visualizações

No estado, foram registrados 1.705 casos no ano passado. Dados são do 12º Anuário Brasileiro de Segurança Pública divulgado nesta quinta-feira (9).


Por G1 MT

09/08/2018 18h46  Atualizado há 15 horas

 
Cartazes foram espalhados pela praça contra a cultura do estupro (Foto: Lislaine dos Anjos/G1)Cartazes foram espalhados pela praça contra a cultura do estupro (Foto: Lislaine dos Anjos/G1)

Cartazes foram espalhados pela praça contra a cultura do estupro (Foto: Lislaine dos Anjos/G1)

Mato Grosso é o segundo estado da região Centro-Oeste com a maior taxa de estupro a cada 100 mil habitantes no ano de 2017. O dado consta na 12ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública. O levantamento, elaborado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, foi divulgado nesta quinta-feira (9).

De acordo com o estudo, 51 pessoas - cada 100 mil habitantes foram vítimas de estupro, no ano passado. O sexo e a idade das vítimas não é divulgado.

Ao todo, foram registrados 1.705 ocorrências de estupro pela polícia. A média é de quase cinco casos por dia.

Os casos aumentaram 4,4% em relação ao ano de 2016, quando 1.614 casos foram registrados.

O estado fica atrás apenas de Mato Grosso do Sul, que registrou taxa de 66 casos. Goiás e o Distrito Federal tiveram, respectivamente, 36 e 34 ocorrências.

No país, São Paulo foi o estado que mais teve casos. Foram masi de 11 mil ocorrências de estupro. Por outro lado, Roraima teve o menor número de casos, com 193 registros.

Segundo o fórum, o conceito de estupro inclui, além da conjunção carnal, os atos libidinosos e os atentados violentos ao pudor.