Bem Vindo ao site Poconé On Line o Portal Internacional do Pantanal. email luisfernando@poconeonline.com
Poconé - MT, 26 de Agosto de 2019, 06h17   |   Tempo: Mín. ºC | Máx. ºC
Facebook WhatsApp
(65) 9998-1070

Primeiro tatuador profissional de Cuiabá, Celso Tattoo morre aos 53 anos

120 visualizações

 Thaís Fávaro

22 Jul 2019 - 11:37

 

Foto: Arquivo Pessoal

Pioneiro na arte da tatuagem em Cuiabá, tatuando profissionalmente desde 1978, Celso Tattoo, 53 anos, faleceu no domingo (21), em Três Rios (RJ), onde morava atualmente. Celso havia sido internado para tratar uma úlcera gástrica e ao que tudo indica, a doença se agravou causando uma hemorragia. O tatuador era convidado especial do Tattoo Up Fest, festival que acontecerá nos dias 24 e 25 de agosto e que faria uma homenagem para Celso.
 
Atuando há mais de três décadas no segmento de tatuagem, Celso abriu a porta para esse tipo de arte na capital. Encarando diversos tabus e dificuldades, Celso conseguiu fazer seu nome e se tornou referência em uma época onde existia muito preconceito e falta de informação. Ele criou uma cartela extensa de clientes e marcou o inicio da profissão no Estado.
 
O organizador do evento, Jacson Tattoo, conta que foi pego de surpresa com a notícia da morte de Celso e que o aguardava para a convenção de tatuagem no próximo mês. “Recentemente eu conversei com ele e o convidei para vim na convenção e ele topou na hora. Falei que iríamos nos divertir e ele até brincou que iria ensinar os tatuadores recentes como se fazia uma tatuagem sem notebook, sem tecnologia nenhuma, então seria um encontro da velha geração com a nova geração, hoje em dia a gente faz uma tatuagem de forma muito diferente do que era feito na época”, diz.
 
Jacson já havia combinado com a filha e o genro de Celso para realizar uma grande homenagem para o amigo durante o evento. “No dia 25 de agosto seria o aniversario dele, ele iria comemorar o aniversário na convenção. Já estava tudo combinado para o netinho dele entregar um troféu de reconhecimento pelo trabalho e a importância dele para nós tatuadores. Mesmo após a notícia da sua morte, os outros tatuadores quiseram manter a homenagem e vamos entregar o troféu para os seus familiares”, afirma. Confira mais sobre o evento aqui
 
No facebook diversas pessoas deixaram depoimentos lamentando a morte do amigo. “Queria escrever tanta coisa, mas, nesse momento, a tristeza me impede. O que me consola é saber que você é uma boa pessoa e estará em bom lugar. Luz no seu novo caminho, mano”, diz um dos comentários.