O vereador Itamar Lourenço (PSDB) foi o mais faltoso dentre os 11 vereadores por Poconé. O parlamentar de 1º mandato não compareceu em 4 sessões ordinárias do legislativo. 

Realizamos o levantamento de todas as faltas em 14 sessões no legislativo que ocorreram de 05 de fevereiro a 14 de maio, período que as atas estavam disponibilizadas no site transparência da Câmara. Ao todo, 5 vereadores se ausentaram das sessões.

Segundo informações, o vereador que não comparecer às sessões designadas ou, comparecendo, não participar da votação, terá descontado para cada ausência da sua remuneração, caso não apresente justificativa no prazo de 24h, contando do encerramento da sessão. Entretanto, no site também não especifica se houve desconto nos vencimentos dos parlamentares.

No ranking dos mais faltosos, segue com 2 ausências o vereador Raonny Falcão (PSDB). Completam a lista, todos com 1 ausência da sessão, os vereadores: Ademir Zulli (PTB), Néya de Francioney (PMDB) e Walney Souza (PV).

Os vereadores: Edinho Bal (DEM), Meyrinalva (PSB), Juarez (PV), Zé Correa (PR), Camila Silva (PSL) e Marcinho (PMDB) estiverem 100% presentes na sessão.

Os vereadores por Poconé recebem R$ 3 mil de salário, mais R$ 2.950,00 de verba indenizatória.

Até o momento, o duodécimo de 2019 da Câmara foi de R$ 8 milhões. Só com os salários dos vereadores são gastos R$ 34,2 mil mensais. Somados à verba indenizatória, os 11 parlamentares custam R$ 766 mil por ano.

Atualizada ás 20h32:

O Vereador Walney Souza encaminhou a nossa equipe de reportagem a justificativa de sua falta em 1 Sessão no legislativo, alegando que o mesmo estaria de Atestado Médico.