Bem Vindo ao site Poconé On Line o Portal Internacional do Pantanal. email luisfernando@poconeonline.com
Poconé - MT, 16 de Junho de 2019, 01h52   |   Tempo: Mín. ºC | Máx. ºC
Facebook WhatsApp
(65) 9998-1070

Produtor Cultural Luis Antonio, líder do Grupo, ocupa uma cadeira na Academia Lítero-Cultural Pantaneira

GRUPO BALAIO DE GATO se destaca em Poconé

218 visualizações
Por: ACADEPAN
Grupo Cultural apresenta a lenda do Boi do Pantanal
Dança do Boi do Pantanal e Sinhazinha
Dança do Boi do Pantanal e Sinhazinha
Foto de Benedito Edmar

O Grupo Folclórico Balaio de Gato nasceu na periferia de Poconé com intuito de valorizar as manifestações culturais de crianças e adolescente das proximidades do Bairro Aeroporto.

Presidida pelo artista plástico, coreografo e produtor cultural Luís Antonio, o Grupo Folclórico apresenta os personagens das lendas pantaneiras, que fez sucesso com o público durante o Sarau na Comunidade Capão do Angico.

Trata-se da lenda do Boi do Pantanal e a Sinhazinha. Mitos e lendas envolvem essa expressão corporal que se mistura a outras histórias como do Boi Bumba e o Boi Garantido.

POEMA: O Boi do Pantanal  & a Sinhazinha

Não foi na Amazônia, como dizem no jornal

Que essa historia aconteceu e digo foi real

Vocês vão assistir o Auto do Boi do Boi do Pantanal

Dona Catarina grávida de Seo Francisco

Teve desejo de comer língua de boi, delicioso petisco

Chico foi matar o Boi do seu Amo; mesmo correndo risco

O Boi Pantaneiro assim deixou, ficou sem língua e morreu

O Dono da fazenda chorou, o lugar virou um breu

O pantanal silenciou, e a lua escureceu.

Tristonha a Sinhazinha, dona do boi, chorou

Quando bebê, o novilho, foi ela quem criou

O Boi Pantaneiro animal bonito a Sinhazinha amou

Índios foram chamados da Tribo Berí Poconé

Um feitiço da natureza teve que fazer o Pajé

Para ressuscitar o boi todos tinham que ter muita fé.

Em oração, rezas e pajelança o povo da fazenda levantou

Com muita esperança, amor aos animais o Boi do Pantanal Ressuscitou

E pra celebrar essa história vamos aplaudir porque a festa Começou.

RESUMO DA HISTÓRIA:

Uma menina, filha de rico fazendeiro, cria um novilho desde pequeno. Com o passar dos tempos ela cresce e se transforma em uma linda moça, a Sinhazinha da Fazenda, o novilho cresce e vira um boi robusto, Boi do Pantanal.

Os caseiros da fazenda; Francisco e Catarina trabalham na fazenda do rico fazendeiro que é chamado pelos empregados de “Amo”.

Catarina estando grávida tem desejo de comer a língua do boi. Chico corta a língua do boi e com isso o animal morre, trazendo muita tristeza para fazenda.

O dono da fazenda manda buscar um pajé da tribo Berí Poconé que lança um encanto e ressuscita o boi. Ao final a Sinhazinha agradecida, dança de tanta felicidade ao lado do boi do pantanal e todos da fazenda.