Bem Vindo ao site Poconé On Line o Portal Internacional do Pantanal. email luisfernando@poconeonline.com
Poconé - MT, 12 de Dezembro de 2017, 22h18   |   Tempo: Mín. ºC | Máx. ºC
Facebook WhatsApp
(65) 9998-1070

INDICAÇÃO DO VEREDOR WALNEY ROSA TRARÁ ESCLARECIMENTOS SOBRE MUNICIPALIZAÇÃO DE TRANSITO.

Walney traz discussão sobre municipalização do transito

1125 visualizações
Por: Assessoria
Fonte: 4° Poder
Prefeito Tatá fala com Presidente do DETRAN-MT Dr. Arnon Osny e garante presença em reunião em Poconé
Vereador Walney Rosa; Presidente do DETRAN-MT Dr. Arnon Osny; Prefeito Tatá Amaral
Vereador Walney Rosa; Presidente do DETRAN-MT Dr. Arnon Osny; Prefeito Tatá Amaral

O Presidente do Departamento Estadual de Trânsito: Arnon Osny Mendes Lucas; em resposta à indicação do vereador Walney Rosa, realizará em Poconé Reunião Temática para esclarecer e propor a Municipalização do Transito para Poconé.

Dia 28 de novembro, terça-feira, a partir das 19 horas acontece no plenário da Câmara Municipal dos Vereadores de Poconé uma importante reunião temática para esclarecer sobre a importância e os ganhos que o município terá com a municipalização do transito.

A palestra será proferida pelo O Presidente do Departamento Estadual de Trânsito: Arnon Osny Mendes Lucas. O prefeito municipal Tatá Amaral (PR), esteve reunido com o Vereador Walney Rosa (PV) e confirmou presença, ao falar por telefone com o presidente do DETRAN-MT.

“Iremos ouvir atentamente os esclarecimentos por parte do Dr. Arnon, e tudo que for para melhorar nosso município estaremos prontos para desenvolver”, esclareceu o prefeito em conversa por telefone com Dr. Arnon.

“Salvar vidas! Trazer economia aos cofres públicos e aumentar a arrecadação do município, esses são alguns dos motivos do porque devemos municipalizar o transito em Poconé”, declara Walney.

Poconé precisa estar atenta as leis que trazem diretrizes aos municípios para oferecer eficiência na gestão do trânsito, segurança nos deslocamentos e qualidade do transporte. Poconé está em desacordo com a Lei de Mobilidade Urbana ao qual exige que até 2015 as cidades com mais de vinte mil habitantes apresentem seus planos de mobilidade para receber recursos federais para o setor.