Bem Vindo ao site Poconé On Line o Portal Internacional do Pantanal. email luisfernando@poconeonline.com
Poconé - MT, 15 de Dezembro de 2018, 18h51   |   Tempo: Mín. ºC | Máx. ºC
Facebook WhatsApp
(65) 9998-1070

VERADORES COBRAM SOLUÇÃO DE PROBLEMAS NAS ROTAS DO TRANSPORTE ESCOLAR MUNICIPAL

Transporte escolar deixa alunos sem aula

2699 visualizações
Por: Assessoria
Fonte: 4° Poder
Em Poconé crianças estão faltando aula por falta de ônibus e péssimas estradas
Foto encaminhada por uma mãe
Foto encaminhada por uma mãe

Na semana passada os vereadores de Poconé aprovaram por unanimidade uma indicação do Vereador Walney Rosa do PV solicitando solução para o transporte escolar no município.

A indicação foi encaminhada ao prefeito Atail do Amaral, à secretária de educação Ornella Falcão e aos membros do Conselho Municipal do Transporte Escolar.

Na proposta o vereador pediu:Para que viabilizem Junto às empresas responsáveis pelo transporte escolar no município, tendo em vista a comprovação in loco da deficiência no transporte escolar municipal, especificamente a região das Comunidades: Carandazinho, Modelo, Boi de Carro, Vila Nova e adjacentes, quando um veículo com capacidade inferior está transportando mais alunos que o permitido, sem condições ou qualidade do veiculo”, escreveu na indicação.

Walney pediu ainda “a vistoria e reavaliação da referida rota (ou rotas) e se possível implantação de mais um ônibus na região”.

São várias reclamações que os vereadores estão recebendo desde o inicio do calendário escolar sobre transporte escolar, entre elas a mensagem de uma mãe que escreveu: “Bom dia. Venho aqui, através desta mensagem pedir aos vereadores para darem uma olhadinha para nossa comunidade Carandazinho. O ônibus escolar daqui há dias esta deixando as crianças esperando na estrada. Esse ônibus esta super lotado, as crianças estão viajando de pé, não há ventilação, o ônibus é muito velho. Um dia fura o pneu, outro dia o problema é mecânico, daí o motorista liga para o responsável da linha e o patrão fala que não vem buscar as crianças. Este ônibus pega as crianças das comunidades do Modelo, Boi de Carro, Vila Nova e Carandazinho. Todas são amontoadas em um só carro. Teve um dia que o ônibus quebrou na estrada e todas as crianças que já estavam no carro ficaram na estrada esperando e  passou do horário do intervalo escolar e eles voltaram pra casa com fome. Já cobramos da Secretaria de Educação e até agora nada.”, denunciava a mãe.

Ainda na semana passada, por telefone a Secretária de Educação Ornela Falcão, através de sua assessoria, declarou que soluções seriam tomadas.

Segundo os moradores das comunidades até agora o problema não foi solucionado. E na manhã desta terça-feira (03/04), passou na rota um ônibus “amarelinho”, porem as 05h30min da madrugada, 30 minutos mais sedo do que o horário normal, ou seja: as crianças não estavam nos pontos.

“Um desaforo, até porque nossas comunidades são próximas da cidade, atitudes assim são pra depois justificarem que o ônibus passou e não tinha crianças no local; dá vontade de chorar”, lamenta um pai que preferiu não ser identificado.

Entre as mães que estão indignadas temos a senhora Claudiane Gomes da Silva, mãe de duas crianças, um menino V. G. P e S. e  uma menina V. G. S.

Na noite desta segunda-feira (02/04), durante uma reunião entre os profissionais da educação em uma das escolas estaduais de Poconé, o debate girou em torno das faltas dos alunos das comunidades rurais que estudam na escola, sendo que todas as famílias das respectivas comunidades estão denunciando problemas com transporte escolar devido aos veículos sem condições de transportar e às péssimas condições das estradas também.

Em outra unidade escolar estadual, prejudicada pela atual situação, diante das inúmeras reclamações dos pais e das comunidades rurais se cogita formalizar denúncia, assinada pelos pais, CDCE (Conselho Deliberativo da Escola) e Direção para ser encaminhado a Seduc, com copias para Secretaria Municipal de Educação e Câmara dos Vereadores bem como Ministério Público Estadual e Conselho Tutelar (CMDCA).

O outro lado:

Como a Secretaria Municipal de Educação já deve ter sido comunidada pelos pais bem como recebido a solicitação da Câmara dos Vereadores, a revista eletrônica 4º Poder (o site poconeonline) deixa espaço aberto para futuras publicações das soluções para o problema denunciado bem como iremos publicar Nota de Esclarecimento se assim a secretaria nos encaminhar.