Bem Vindo ao site Poconé On Line o Portal Internacional do Pantanal. email luisfernando@poconeonline.com
Poconé - MT, 20 de Agosto de 2019, 21h39   |   Tempo: Mín. ºC | Máx. ºC
Facebook WhatsApp
(65) 9998-1070

VEREADOR WALNEY APRESENTA INDICAÇÃO PLEITEANDO IMPLANTAÇÃO DE TIRO DE GUERRA PARA POCONÉ

Walney defende exercito para Poconé

866 visualizações
Parceria entre Prefeitura, Exército e Sociedade poderá trazer TIRO DE GUERRA para o município

Uma iniciativa do Vereador Walney Rosa, aprovado por todos os demais vereadores da Câmara de Poconé, propõe parceria entre o Comando da 9ª Região Militar – Região Mello e Cáceres, através do General de Brigada Ramon Marçal da Silva; do Comando da 13ª Brigada de Infantaria Motorizada, através do General de Brigada Fernando Dias Herzer e da Prefeitura Municipal através doPrefeito Atail Marques do Amaral e Secretária de Ação Social Joelma Gomes.

O vereador solicita para que viabilizem parceria para implantação a partir do segundo semestre de 2019 no município de Poconé do Tiro de Guerra (TG).

“A exemplo dos municípios de Sinóp, Alta Floresta, Juara e Colider, a população poconeana almeja que essa experiência bem sucedida entre o Exército Brasileiro e a Sociedade Brasileira, representados pelo poder público municipal e pelos cidadãos brasileiros que ingressam nas fileiras do Exército anualmente, seja uma parceria perene e edificante, juridicamente celebrada por intermédio de convênios”, defende Walney.

Na justificativa Walney Rosa escreveu: “Salutar destacar que a Prefeitura Municipal de Poconé, através da Secretaria Municipal de Ação Social, Emprego e Renda, sempre se apresenta sensível a necessidade popular, observando que a experiência do TIRO DE GUERRA está enraizada na história e na formação do povo brasileiro há mais de 110 anos e tem profundas ramificações na sociedade na qual está inserido, entendemos que Poconé será um grande parceiro para ampliar essa proposta nacional.

Esses jovens, ao serem matriculados com base na Lei do Serviço Militar (LSM), recebem a denominação de “ATIRADORES”, designação emblemática e histórica, oriunda das primeiras sociedades de Tiro ao Alvo no Brasil, com finalidades militares e de formação da reserva para o Exército, embrionárias dos atuais TG.

Os Tiros de Guerra permitem, de forma criativa, inteligente e econômica, proporcionar a milhares de jovens brasileiros, principalmente os que residem em cidades do interior do país, a oportunidade de atenderem à Lei e de prestarem o Serviço Militar inicial.  Mais que o caráter obrigatório, essa modalidade de Serviço Militar configura um direito do cidadão em dar sua contribuição, ainda que modesta, para a defesa da Pátria, conciliando sua vida cotidiana com sua rotina de trabalho, estudo e convívio familiar.

Essa parceria, mais que vantajosa para os três entes (Exército, Poder Executivo Municipal e Cidadão), tem se mostrado, ao longo de décadas, um instrumento de educação e de civilidade nos mais distantes rincões do Território Nacional, sendo que os TG passaram a ser conhecidos pela sociedade brasileira como verdadeiras “ESCOLAS DE CIVISMO E CIDADANIA”.