Bem Vindo ao site Poconé On Line o Portal Internacional do Pantanal. email luisfernando@poconeonline.com
Poconé - MT, 19 de Maio de 2019, 13h31   |   Tempo: Mín. ºC | Máx. ºC
Facebook WhatsApp
(65) 9998-1070

Câmara Municipal de Poconé aprova Moção de DESAGRAVO aos servidores públicos da educação do estado

Moção de Desagravo aos servidores da educação

342 visualizações
Desagravo: reparação de afronta, pedido de desculpas, retratação pública

A iniciativa do Vereador de Poconé, Walney Rosa, foi aderida por unanimidade pelos demais vereadores “Aprovando MOÇÃO DE DESAGRAVO aos diversos Servidores do Estado de Mato Grosso, devido às dificuldades salariais e condições de trabalho, em destaque aos Profissionais da Educação por serem o maior número e estarem vivenciando outros problemas no dia a dia da educação nas escolas públicas”.

Walney Rosa, que também é servidor público de apoio educacional (Vigia) defende a classe e justificou a Moção:

“Considerando que o segmento do serviço público do estado tem significativa importância no desenvolvimento estadual, cujas paralisações deixam deficientes a maquina estatal.

Destacando que os servidores de Mato Grosso aguardavam para maio o pagamento do percentual de 7,69% da variável da Dobra do Poder de Compra, mais a inflação de 3,43%, do período, além dos restos a pagar da RGA, conforme assegurado em leis aprovadas na Assembleia Legislativa (2017).

Ressaltando Mato Grosso possui o 4º maior PIB (Produto Interno Bruto) e cresce 10 vezes mais que a média nacional e mesmo assim o Governo do Estado alega não ter condições favoráveis para investimentos estratégicos para avançar na qualidade da educação, fundamental para o desenvolvimento da sociedade, bem como em outras áreas sensíveis como saúde e segurança. Considerando o fato de que o fiel cumprimento do mandato de chefe do Poder Executivo Estadual está o de cumprir com as obrigatoriedades trabalhistas dos servidores estaduais.

Considerando que a classe dos servidores públicos não concorda com o desrespeito e exige do governo do estado o compromisso e cumprimento integral da Lei 510/2013.

Concluindo que uma das prioridades do Governo Estadual deveria ser honrar as responsabilidades com seus servidores públicos, assim sendo a data base dos profissionais da Educação da rede estadual passou a ser foco da campanha da categoria "É hora de reafirmar nossas conquistas, por nenhum direito a menos!",  lançada durante Conselho de Representantes dias 23 e 24 de março, de 2019. Somente para os profissionais da educação o piso salarial defendido pela categoria para  2019 é de R$ 3.400,23”, replicou o vereador.

Está marcado para quarta-feira (15) às 15 horas, no plenário da Câmara Municipal dos Vereadores de Poconé, uma assembléia geral com os profissionais da educação, entre os temas está a discussão sobre a greve geral de 20 de maio.